sábado, 11 de setembro de 2010

Aniversário de Ademar Macedo

1-Os poetas Claudio Márcio Barbosa e brenda Mars, mostram os poemas distribuídos ontem, 10 de setembro , no "Poesia na Praça Sete", em cartaz de Llobus, onde está a poesia de Ademar Macedo, também.


2-Ademar Macedo e eu, na Câmara Municipal de São Jose´de Mipibu, Natal , RN, em 03/5/2010.3-Ademar Macedo


A rosa vermelha,  símbolo do trovador, para Ademar, em seu novo ano de vida!Parabéns!


Ademar Macedo é essencialmennte, trovador.O rítmo necessário à métrica, nele é natural e bonito quais as penas coloridas de uma ave, que trina em rimas em e quatro versos.Rimas cruzadas, naturalmente.Leva a voz forte a rádios -tenho dois Cds onde gravou as vezes em que fui pr ele mencionada, ou homenageada- conforme ocorreu quando estive em Natal, para o I Encontro de Escritores de Língua Portuguesa.Espero que no seguinte, os trovadores possam estar em uma mesa, para contar a história da trova, começada em Portugal  em forma de quadrinhas, populares, sim , mas escritas mesmo pelo grande fernando pessoa.
Já se diz que trova é uma cachaça , um vício, mania, realmente, depois que  entramos no mundo trovadoresco, é quase impossível sair.

Esse prólogo é para festejar o aniversário de Ademas Macedo, presente em várias páginas desse blog.Fui avisada da data importante, pelo seu genro, o que prova que até sendo sogro, é alguem querido! Cada dia, para o poeta, um renascer: lutou bravamente contra o câncer, quando a trova o salvou, porque nós, trovadores, o bombadeamos com as flores de quatro linhas, tornadas fitoterapia vitoriosa.À época, pertencíamos  à saudosa escola Tropo, dirigida pelo prfessor Nilson Matos.A filha de Ademar nos contou, por e-mail,  que o pai iria a S.Paulo, ficar intenado, em brusca de cura.Pois...mesmo internado, ainda venceu um certame...E nós mandávamos trovas através de Carmen Pio (do RS), uma das professoras, como eu.Meu celular dera um defeio, mas ela mandava torpedos trovadorescos, dela e nossos .E ele respondia.
Sobreviveu, sobrevive, cheio de energia e alegria de viver.Quando um dia passar, pássaros canoros e arcanjos, querubins e borboletas, virão buscar sua alma iluminada, mas daqui a cem anos, por favor!E ainda continuará vivo, pois suas trovas são eternais e serão ditas e lembradas, para todo o sempre, pois o mundo trovadoresco é encantado, qual a Terra de Peter Pan: lá, não temos idade, mas identidade, almas sempre jovens, apaixonadas e a metificar as nuves e o azul absolutos, todos com asas de Hermes, capazes de alcançar lonjuras.

Membro da Academia de Trovas do Rio Grande Norte( à qual pertenço desde 1968)e da Sociedade dos Poetas Vivos e Afins, ganhador de concursos , e divulgador da trova com "Mensagens Poéticas", um boletim onde divulga os quatro cantos do mundo trovadoresco, Macedo é proativo, um ativista do Verbo.

Quando , em abril deste ano, cheguei ao aeroporto de Natal  RN, onde fui concebida, estavam a esperar-me dois guardiões:  Deth Haak, que não medira esforços para que eu fosse ao EELP (UCCLA & CAPITANIA DAS ARTES/PM.de NATAL) e o Ademar Macedo  . r, sem cara de contrariedade, na madrugada.Eu tivera um mal estar no aeroporto, em BH, ficara em observação, viajando em outro vôo.E lá estavam os amigos queridos, Deth e Ademar - a quem eu ainda não conhecia  senão de e-mails e fotos pela Internet.
No carro de Ademar, ele dirige muito bem com sua valente perna única, somente falamos de beleza e poesia.Ao chegar à porta do Hotel Pestana, lindíssimo, em Ponta Negra, ele disparou uma trova, que vai sem o segundo versos-até que ele me mande, pois tive agora, um "branco":

Nessa grande hospedaria
(...)
a "Poetisa dos Ventos "
e a "Rainha da Poesia"...

Como sabem,"Poesia dos Ventos", é o eíteto de Deth haak, os anelados cabelos sempre ao vento, amante das praias, nascida em "Arraial de Búzios" (RJ), mas que radicou-se em Natal, onde mora em Ponta Negra,onde luta por causas sociais e culturais. Embaixadora da Paz e Cônsul de Poetas del Mundo.

Indo a São José de Mipibu, onde nasci, em cerimônia na Câmara, sendo homenageada  (****), tive o prazer de ser acompanhada por ele, Deth Haak,  e os poetas Pedro Grilo, Zelma Furtado (Presidente da Academia feminina de Letras e do Memorial da Mulher), Vivi Viana, Francisco Macedo, além do pesquisador de cultura popular e radialista Aquino Neto, acompanhando a Prof. e escritora Inocência Mata, de São Tomé e Príncipe que leciona em Lisboa e periodicamente vem ao Brasil lecionar Literatura africana-devendo estar em Belo Horizonte neste setembro... Muitas emoções e Poesia pura...Inesquecível dia!

Ontem , aniversário de Macedo,dia em que foi parido para a luz da POESIS, predestinado para a palavra portica.Ontem, no"Poesia na Praça Sete" (*) , aqui em Belo Horizonte, os Poetas pela Paz e Pela Poesia, distribuiram um poster com versos de poetas que enviaram poemas, a história do grupo, que escrevi, num belo trabalho de diagramação do poeta, fotógrafo da Rede Catitu, Marco Llobus .E lá estava Macedo,publicado,  representado por seus versos, comemorando seu aniversário com o Boi Rosado- um folguedo trazido pelo Poeta  e artista prof.Severino Iabá, um pernambucano agora radicado na capital mineira.

Então, mais uma vez, não nos carece estar de corpo em lugares e corações, quando a nossa Poesia nos representa.

E a Macedo( **) , ergo a taça de meus versos (***), canto loas e fervorosa, repito S.Paulo:"Direi tudo que souber de bom "desse" homem"

(*) Poesia Na Praça Sete:evento em belo Horizonte, criado e coordenado pelos petas  Rogério Salgado e  Virgilene Araújo.

(**) Ademar Macedo é irmão de outro grande e querido bardo, Francisco Macedo.

(***)Duas trovinhas para o trovador:

Ergo a taça de meus versos
brindo em luz, a teu sucesso,
que abras portas de universos
te desejo e a Deus eu peço!

           <>

Levantei-me até mais cedo,
Cantei loas e fervorosa,
Dou parabéns a Macedo,
do trovador, mando a rosa...


Clevane Pessoa, para Ademar Macedo.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Começo a publicar os Comentários neste blog,Pequenas Notáveis


A partir de agora, publicarei, periodicamente, cometários deixados neste blog e desde já, informo que se alguém desejar contactar-me pessoal,ente, por e-mail, escreva para clevaneplopes@yahoo.com.br
Se quiser ler meu e-book "Trovas, Pequenas Notpaveis, saibam que ele está no site do Lourivaldo perez Baçan, que o criou , Vila das Artes e em meu Site do escritor, em http://clevanepessoa.net/blog.php.
Abra página a página, como num livro de papel e em breve o será também, um livro para pegar embora eu pretenda fazer,o em DVD-a nova tendência.


"legal mesmo... "


Por Eltinho Rodrigues em Amizade em 24/12/09



"Poxa,tão bonito isso, vc é muito criativa parabens... ...belas palavras e o blog tá bem legal!!! "

Por Eltinho Rodrigues em Amizade em 24/12/09

><*><

Sim,  e quando se vão, devemos lembrá-los...Clevane

"Amigo é para se guardar do lado esquerdo do peito de baixo de 7 chaves. "

Por Karina em Amizade em 15/08/09

><*><
De Rebeca, filha do saudoso Nilson Matos, para quem há um memorial em http://clevanepessoa.net/bloh.php
 e que foi Diretor da Escola TROPO, escola virtual de trovas, onde eu era professora e havia muitos alunos maravilhosos, apaixonados por trova:

"OLÁ CLEVANE...SOU EU REBECA!FILHA DE NILSON!SÓ AGORA LI TUA POSTAGEM E COMENTÁRIO A RESPEITO DOS FEITOS DE MEU PAI E DO SUCESSO QUE ERAM AS "TROVAS!ELE ADORAVA...PASSAVA SÁBADOS SORRINDO, LENDO E GARGALHANDO COM A FAMÍLIA E SEUS AMIGOS INTERNAUTAS!DE ESÍRITO CRÍTICO E COLETIVO SEMPRE GOSTOU DE ENSINAR E APRENDER!!ELE TEM OBRAS PUBLICADAS EM ANTOLOGIAS.EU SOU AMANTE DAS PALAVRAS, MAS NÃO ESCREVO COM FREQUÊNCIA.MAS ADORO ESCREVER!FICO FELIZ QUE OUTROS AMIGOS TENHAM ESCRITO SOBRE SEUS PAIS!!ELES ESTÃO SEMPRE EM NOSSOS CORAÇÕES...NO NOSSO DIA A DIA...NA CRIAÇAO DE NOSSOS FILHOS...EM MOMENTOS EM QUE CHORAMOS...EM QUE RIMOS...EM QUE PASSEAMOS...ESTÃO EM NÓS...SIMPLESMENTE!!QUE BOM QUE OS DEMAIS AMIGOS RELATAM TBM ESSES SENTIMENTOS!!ME EMOCIONO COM ISSO!!GOSTARIA DE PODER AJUDAR-TE...AGUARDO NOVO CONTATO E TE AGRADEÇO POR ESTE MOMENTO!!UM GRANDE ABRAÇO E MINHA GRATIDÃO!! "

Por Rebeca em Nilson Matos Pereira em 06/08/09

><*><

Grata por essa delicadeza:

"Este é mesmo um lindo blog, marquei para visitar com mais frequência, abraços. Domingos.


Por Judô e Poesia em A Cigarra e Assuntos Afins em 11/05/09"

><*><

Como não acompanhar duas grandes amigas escritoras, sendo a Gislaine mora aqui na mesma cidade, e pertinho de minha casa, é uma grande alegria ver este blog com Clevane e Gislaine, meus cumprimentos a vocês duas,Efigênia Coutinho

Por Efigênia Coutinho em Gislaine em 13/02/09

><*><

Nora lanzieri, premiada nos III Jogos Florais de ´Balneário de camboriú, é uma trovadora muito empátiva e já realizou jogos florais na Argentina, onde mora, todos gostamos muito dela!

Muchas gracias Clevane por las fotos que has subido en tu blog.Estar en Brusque y en Camboriú, con la fiesta de los florales fue algo maravilloso.Un abrazo Nora

Por Nora Lanzieri em Busque em Brusque-Jogos Florais-2008-Balneário de ... em 12/12/08

><*><

O grande trovador José Ouverney é um grande militante trovadoresco.Certa feita, convidou-me para jurada em uma seletiva e justamente então, um raio acabou com os e-mails de meu PC...Fiquei em falta, mas um dia, estarei nesse trabalho, do qual gosto tanto.

Clevane, você é uma destas pessoas que muito batalham para que a cultura tente se manter no seu lugar devido. Honra-me a citação de meu trabalho nesta matéria.Acredito que somos irmãos de ideais.Meu abraço.

Por José Ouverney em Rememória-I Jogos Florais de Bandeirantes 1965 em 30/11/2008

><*><

Masé Soares, mineirinha que resiude em Goiânia, faz meus PPS e é uma amiga adoirpável, que conheço pela Internet.

Oi Cle,nossa estou aqui imaginando o quanto foi maravilhoso tudo que viveu em Camboriu.Que foto lindaaaaaaa vcs na praia.Ah... maninha, você deve ser feliz com estes eventos não?Beijos Masé -adorei as trovinhas.

Por Masé Soares em Momentos gostosos em Camboriú- III Jogos Florais- ... em 16/11/08

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Ademar Macedo apresenta Tarcísio Fernando Lopes, novel trovador e suas trovas

Ademar , gostei muito.

Recebi também o jornal que Francisco enviou, onde fala do Erotíssima. Adorei suas palavras, diga-lhe.Os "Macedo" são dez também:talentosos, trovadores e generosos.

Vou publicar em Trovas Pequenas Notáveis, certo? Mande para ele:http://trovaspequenasnotaveis.blogspot.com

Gostei muito das trovas do Tarcísio.Parabéns a ele e ao mestre.Quando a Escola Tropo funcionava-nos tempos do Prof.Nilson- o meu maior prazer era ensinar poetas a fazerem trovas.E vê-los passarem a ama´-las também;



Abraço fraternal:

Clevane





--- Em ter, 17/8/10, Ademar Macedo escreveu:





De: Ademar Macedo

Assunto: <<< MAIS NOVO TROVADOR >>>

Para: "A. A. de Assis"

Cc: "Amilton Maciel Monteiro"

Data: Terça-feira, 17 de Agosto de 2010, 23:48





Meus irmãos Trovadores (as),

Vejam a que caminho maravilhoso a Trova

nos Conduz. Por ocasião da minha cirurgia

em Brasília, eu recebi a visita de um cidadão

que eu não conhecia, apesar dele ser Riograndense

do Norte; através de Zé Lucas de Barros ele conheceu

as "Mensagens Poéticas", me passou um E-mail e eu

fiquei enviando para ele e o mesmo sempre demonstrando

interesse pela Poesia, Principalmente pela Trova e eu fui

lhe tirando algumas dúvidas, lhe enviei o Decálogo de Metrificação

e ele rapidamente assimulou e com certeza vocês já viram nas mensagens

algumas Trovas dele, como estas:



Tenho "voado" bastante,



usando as asas da mente;



assim, faço algo distante



tornar-se, em mim, tão presente!



(Tarcísio Fernandes/RN)







Desde o tempo de criança



aos momentos atuais



eu me sustento na herança



dos exemplos de meus pais.



(Tarcísio Fernandes/RN) (entre outras)







Recentemente ele me mandou uma muito boa e eu lhe



disse que a Trova era nota Dez e vejam a sua resposta:







O DEZ que você me deu

deve, assim, ser partilhado:

- CINCO é meu e CINCO é seu,

por você ter me ajudado.



Vos apresento Tarcísio Fernandes Lopes, mais um irmão

que a poesia me deu. Se alguém achar que ele merece, e quiser

também dar-lhe uma força, é esse o seu E-mail:

,







Fraternalmente;



Ademar Macedo.

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Art Cultura Brasil divulga Escola Juiz-forana de Trovas


Eu, que saí de Juiz de Fora em 1979 e não mais voltei para residir, fico feliz em encontrar uma de minhas trovas de época na listagem abaixo.Nos Anos 60, presidi a UBT local-e a trova é uma de minhas antigas paixões.




Clevane Pessoa

http://artculturalbrasil.blogspot.com/2009/02/escola-juiz-forana-de-trovas.htmlo, 3 de julho de 2010

"Escola Juiz-forana de Trovas

Francisca Júlia - Tere Penhabe - Maria Granzoto

sábado, 3 de julho de 2010

Escola Juiz-forana de Trovas

Francisca Júlia - Tere Penhabe - Maria GranzotoA saudosa e consagrada Escola Juiz-forana de Trovas



Trovas colecionadas entre 1960 e 1980

...

Não há criança vadia...

E as que esmolam a teus pés

são anjos que Deus envia

para saber quem tu és.

(Roberto Medeiros)



><

As almas de muita gente

são como o rio profundo:

- A face tão transparente,

e quanto lodo no fundo!...

(Belmiro Braga )



><

A saudade é simplesmente,

um claro espelho encantado,

mira-se nele o presente

e ele reflete o passado.

(Geralda Armond )

><

Quanta gente gostaria

de ter a vida da gente,

sem saber que isto seria

trocar tristeza somente.

(Cezário Brandi Filho)



><

Todo sonho é dolorido,

porque nele nós supomos,

que somos (sem termos sido)

o que pensamos que somos.

(José Antonio Jacob)

><

Na Vila Rica de então,

quis o destino imprevisto,

que um pobre artista sem mão

esculpisse as mãos de Cristo.

(Dormevilly Nóbrega)

><

Passa por mim, não me vê...

- Talvez não me olhe jamais...

Não me conhece porque

eu a conheço demais!

(Manoel de Oliveira Costa )

><

Relógio, legado antigo

que minhas horas recorda...

quem lhe dará corda, amigo,

quando acabar minha corda?...

(José Carlos de Lery Guimarães )

><

A mentira é sonho lindo

neste meu mundo encantado.

Sonhando, minto dormindo,

mentindo, sonho acordado.

(Sinval Cruz)

><

Se os elos de nossos braços,

não mais se unirem na vida,

seremos sempre pedaços

de uma corrente partida.

(Cezário Brandi Filho)

<>

Para ter com quem falar,

a velhinha sem ninguém

vai ao padre confessar

os pecados que não tem...

(José Carlos de L.G.)

><











No boteco do Zé Galo

tanto a sujeira se agrupa

que servem bife à cavalo

com mosquito na garupa.

(Messias da Rocha)

><

Na hora incerta do revés,

pensa o marido nas ruas:

- Bebo duas... volto às dez

ou bebo dez... volto às duas!

(Osvaldo Mascarenhas)

><

Há na tragédia da fome

este mistério profundo:

É Cristo quem se consome

em cada pobre do mundo.

(Clevane Pessoa de Araújo)

><

Não julgues pelo semblante

a honra alheia, meu filho:

- Na lua, a face brilhante

oculta a face sem brilho.

(Hegel Pontes)

>>

“A bolsa ou a vida” – eu ouço

e retruco as ironias:

- Que leve as duas , seu moço,

pois ambas estão vazias.

(Roberto Medeiros)



><

Depois da falsa meiguice

e dos falsos beijos seus,

“Adeus”; de graça, ela disse,

e eu disse: - Graças a Deus!

(Hegel Pontes)



>,

Meu barracão na favela,

onde vou vivendo ao léu,

na moldura da janela

não tem vidraça: - tem céu!

(José Antonio Jacob)



Saudade... palavra linda,

de sete letras... saudade

é noite que tem ainda

lampejos de claridade.

(Belmiro Braga)

><



Nos beirais, em tardes calmas,

asas ao sol, às centenas.

- As pombas brancas são almas

a quem a vida deu penas...

(Manuel de Oliveira Costa)

>,

Morre Cristo, o palestino,

e, na vida transitória,

a história do seu Destino

muda o destino da história!

(Hegel Pontes)

><

Deu-lhe o sogro uma gravata...

- E a sua emoção foi tanta

que casou antes da data,

sentindo um nó na garganta!...

(Manuel de Oliveira Costa)

><

Voltaste enfim e eu confesso

que já prevejo, querida,

na alegria do regresso,

novo adeus de despedida.

(Célio Grunewald)

><

Juntamos nossos farrapos

naquele rancho sem flor:

era a miséria dos trapos

numa fartura de amor.

(J.Guedes)

><

Ao ver tanta adversidade,

entre as três cores raciais,

o sol clamando igualdade

fez nossas sombras iguais.

(Cezário Brandi Filho)





Num simples gesto de luz,

Cristo nos dando respostas,

abriu os braços na cruz

e nos deixou de mãos postas.

(José Antonio Jacob)



><

O mistério dos destinos

decifrar... ah, não te iludas!

Eram iguais dois meninos...

E um foi Cristo, outro foi Judas...

(José Carlos de L.G.)



><

O sino é um ser sem razão,

que não tem razão de ser:

quando pára um coração,

ele começa a bater...

(Hegel Pontes)



><

No meu humilde viver

a solidão é tamanha

que só me falta perder

a sombra que me acompanha.

(José Carlos de L.G.)

><

Temos todos que convir

que o fato parece chiste:

foi “habeas-corpus” pedir

e requereu “Corpus-Christis”.

(Sylvio Machado )



><

Seu critério nas consultas

é talvez dos mais sutis:

é cobrar contas adultas,

pelas curas infantis.

(Sylvio Machado )



><







Hoje, tristonho, infeliz,

pude aclarar meu anseio:

- Quando ela veio eu não quis,

quando eu quis ela não veio.

(Dormevylli Nóbrega)



><

Fico em teus braços... Depois,

rogo a Deus, mais uma vez,

que o segredo de nós dois

fique só entre nós três.

(Cezário Brandi Filho )



>>

A balança, diz a plebe,

na bebida não se aplica:

- Quanto mais a gente bebe,

bem mais leve a gente fica.

(Oswaldo Mascarenhas )



>>>

Não chores, mãe, quando aprontas

do filho o fúnebre véu.

Ontem Deus fez suas contas:

- Faltava um anjo no céu!

(Cezário Brandi Filho)



><

A Honra é a imagem casta

dentro do espelho do Bem:

- Se a gente dela se afasta

ela se afasta também...

(Hegel Pontes)



><



Nos leilões e nas quermesses

das festas de nossa aldeia,

apesar das minhas preces,

foste prenda em mão alheia.

(Roberto Medeiros )

><><





Quando a miséria desponta,

lá no morro, a garotada,

brincando de faz-de-conta,

tudo tem, não tendo nada.

(Dulcídio de Barros M. Sobrinho)



>><<

Jogou, perdeu, e hoje sabe,

passando um natal sombrio,

que a consciência não cabe

num sapatinho vazio.

(Hegel Pontes)



><><



Pobre rio abandonado,

como tu sofro também,

já não tens barco ancorado,

e eu sou porto de ninguém.

(Sinval Cruz)



<<>>







Quanta vez, junto a um jazigo,

alguém murmura de leve:

- Adeus para sempre, amigo!

E o morto diz: - Até breve!...

(Belmiro Braga)



>><<



Fites com fé e coragem

teu rosto diante do espelho,

que o inverso da tua imagem

pode te dar bom conselho.

(José Antonio Jacob)



Fonte: sábado, 3 de julho de 2010

http://artculturalbrasil.blogspot.com/2009/02/escola-juiz-forana-de-trovas.html

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Joaquim Evónio-Sem peias- e minhas trovas sobre Estrelícias

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009-Publicado originalmente em

http://clevanepessoaeoutraspessoas.blogspot.com/


Joaquim Evónio-Sem peias- e minhas trovas sobre Estrelícias

Evónio


Clevane


strelícia (estrelícia)
















Imagem:tela de Tigo-Retrato de Joaquim Evónio



Foto:Eu(Clevane Pessoa) escrevendo),créditos de Ciléia Botelho.

Imagem:estrelícia.Fonte:http://www.infoflor.es/wp-content/uploads/2008/07/strelitzia_3.jpg



foto enviada a meu pedido, pelo Poeta Joaquim Evónio-um grande amigo a quem ainda não conheço pessoalmente, mas faz-me a finura de hospedar-me em seu belo blog "Varanda das Estrelícias"(*)





A criatividade é a Primavera da alma...





SEM PEIAS







Quero fazer versos



sem bitola



sem ter andado na escola



a aprender poesia...







Estou-me nas tintas para a métrica



desde que o sentido obedeça



à imagem verdadeira



que quero transmitir!...



E o mesmo para a rima!







Eu sou livre



e faço o que quero.



Tudo é tão claro,



tão verdade



e com tanta estima...



Que é poesia



só pela liberdade tão liberta



de conter mensagem



sem escola, sem métrica e sem rima



mas sempre verdade,



verdadeira,



daquela que não se ensina!







joaquim evónio







Seja bem-vindo ao meu site - (*)Varanda das Estrelícias



www.joaquimevonio.com



Trovas de Clevane Pessoa sobre estrelícias- para Joaquim Evónio:







Estrelítzias são estrelícias

no antigo e bom Português!

Estrelas que são delícias,

flores-aves,prá vocês!

XXX*XXX



Quais aves do paraíso,

longos bicos nos apontam

se são pétalas ,preciso

pensar em asas que contam...



XXX*XXX



Num jardim só de estrelícias,

trinam versos, quais as flores

que são aves sem malícias,

já suas formas...já suas cores...



XXX*XXX



Quando o vento assobia

o segredo das primícias,

balerinas da alegria,

dançam leves, estrelícias...



Clevane, para Joaquim Evónio, com os muitos agradecimentos de sempre!

De belo Horioznte, Brasil, até Lisboa, portugal.

Postado por Clevane Pessoa e Outras pessoas às 19:42

Deth Haak discursa-" Imortalidade no Reino da Trova"comento posse na ATRN

Um velho amigo artista disse-me certa feita:Não há nada que as asas de uma mulher não possa alcançar".Se ela o desejar, poderá dar alegres võos rasantes e altos vôos condoreiros, sim.É o caso de Deth Haak.




Abaixo, transcrevo o discurso de posse da trovadora Deth Haak, que é Cônsul de Poetas del Mundo em Natal/RN e ainda Embaixadora da Paz pelo Cercle de Les Ambassadeurs de la Paix-Genebra, Suiça/Orange, França..

Mulher extraordinária, tendo começado a trabalhar cedo, inclusive com Miéle, na TV, onde apresentava a moda de suas boutiques, quando me lembro dela com seu talhe esbelto que ainda conserva e o largo sorriso.

No segundo casamento, foi residir na capital Potiguar,Natal, onde mora na Praia de Ponta Negra, agora viúva e com o belo filho, fruto do primeiro casamento.



"Apotiguarzou-se". Frequenta os grupos literários, tem lutas sociais e de meio ambiente, por exemplo, para não serem construídos prédios na orla, que destruam as dunas , pelo fim da prostituição infantil.Tudo grande, como gosta.É pessoa de fazer ouvir a voz.

Quando fui a Natal, para o I Encontro de Escritores de Língua Portuguesa, passei algumas horas no aeroporto de Belo Horizonte, depois de ums síncope.Um de meus filhos , o músico Allez Pessoa, preocupado, dizia-me por telefone, para voltar para casa e não embarcar.O caçula, Gabriel, que fora levar-me com a esposa, Karina, incentivava-me a pegar o rpóximo vôo e não perder a opirtunidade de vivienciar o que Deth me organizara: ir à minha cidade natal, S.José de Mipibu, para homenagem na câmara municipal, visita a escolas, à biblioteca e principalemente à igrja onde amigas de vovó firam rezar para qyue eu nascesse, tão longo foi o parto laboriosos de minha mãe adolescente.

O mais velho, ligou para Deth, ao saber que eu embarcara.E quando cheguei, lá estavam , ela e o amigo trovador Ademar Macedo, sobejamente conhecido e amado no mundo trovadoresco.Levaram-me ao Hotel Pestana, onde ela ficou O discurso que se segue, é da posse de Deth, de Rosa Regis e amigos outros, na Academia de Trova do Rio Grande do Norte.

No ano passado, recebi um convite da nova presidência, para entrar na mesma e então, mandei-lhes meu certificado de 1968, quando, jovenzinha, recebi o mesmo convite.

Em Natal, eu deveria receber o novo, com a logo da lira trovadoresca, já modificada, mas foram tantas visitas feitas em S.José de Mipibu, que não voltaríamos a tempo.Deth chegou , com a escritora de S.Tomé e Príncipe que se tornou nossa querida amiga , Inocência da Mata (que é professora em Lisboa) , as malas já dentro do carro de Aquino Neto, radialista e pesquisador de cultura popular, também vereador, com a muito cara Zelma Furtado, Presidente da Academia Feminina de Letras em Natal do Memorial da Mulher-onde eu estivera para deixar parte de meu acervo-de Vilmaci (a querida VIVI) Vianna - e ainda Ademar e Pedro Grillo.Ademar voltou a Natal, para a sessão da ATN/IHGRN . Depois de S.José, nós iríamos encontrarmo-nos com eles , no Instituto Histórico e Geográfico,onde talvez me aguardasse meu titulo renovado da ATRN, , mas não sobrou tempo.Eu convalescia, apesar da alegria toda deixar-me cheia de forças.

Todos nós, com os conterrâneos, passamos às visitas,acompnhados da Vereadora Socorro, que tudo fez a seu alcance, para atender a Deth haak, na homenagem que me fizeram na Câmara dos vereadores de São José de Mipibu.depois de almoçarmos com a Prefeita Norma , em casa da família e nos confraternizarmos. Os poetas e eu adoramos falr com as crianças das escolas, todas bem penteadinhas e lindas, à espera da conterrânea de plagas outras.Minhas emoções estavam em turbilhãoi e pensei em como fora bom ter ido , e não ficado.Lá, inicilamente, eu exsudava todo o soro tomado com medicamentos para abaixar a pressão.Parecía-me sentir a presença de meus saudosos pais e avós por eu ter, enfim , ido conhecer meu torrão.

Tenho essas fotos em meu Orkut e em vários blogs.No outro dia, eu retornei a Minas Gerais, já saudosa da calorosa acolhida e trazendo minha placa concedida pela capitania das artes (FUNCART/PMN) e UCCLA (União das Cidades Capitais da Língua Portuguesa), pela "Contribuição à Língua Portuguesa"....



Beth não sossegou enquanto não trouxe até a mom esse cesto imenso de presente imaterial , de uma vez, depois de haver mobilizado as pessoas , para obter o desejo.



Hoje, buscando uns textos meus pelo Google, cheguei ao beco do s poetas, onde estavam as fotos de minha amiga.



Ao reler o discurso, resolvi registrá-lo aqui, até porque os blogs das NINGS estão sendo desativados (alguns locus, simplesmente dividiram entre os participantes a anualidade, ficando um valor irrisório anual para cotizar entre os participantes.Outros, migraram para outros provedores ).Até porque, Deth Haak, a brava e talentosa "Poetisa dos Ventos", cita-me em seu discurso de posse.Saiba ela que o prazer sem ser chamada de "Madrinha Literária" de tão singular criatura, é uma honra e uma alegria.E jamais agradecerei suficinetemente por tidas as alegrias das quais ususfruí trazidas por seus vôos de asas poéticas.



E qual na canção, lhes digo :"Vou voltar/ sei que ainda vou voltar/ para o meu lugar"...



Obrigada...



Clevane Pessoa de Araújo Lopes

Belo Horioznte, MG-Brasil


Deth Haak, entre Rosa Régis e Luiz Claudio, tovadores imortais- posse na ATRN

Meus bem amados amigos, Francisco Macedo( irmão de Ademar) e Deth Haak.


Obs:As fotos poderão ser vistas em http://www.clevanepessoa.net/blog.php?idb=23623







Ei-lo, na íntegra:



"http://www.becodospoetas.com.br/profiles/blogs/imortalidade-no-reino-da

" Imortalidade no Reino da Trova"

Postado por Deth Haak em 7 dezembro 2009 às 20:56

Exibir blog de Deth Haak

"Eis que mais uma vez a ATRN-Academia de Trovas do Rio Grande do Norte está em festa. Três novos Poetas desembarcaram na “Imortalidade Acadêmica” confirmando a força das Mulheres que a muito orgulha este pedaço do Brasil. Desde Clara Camarão uma Indigena brasileira da tribo Potiguar do bairro de Igapó na Cidade do Natal, então Capitania do Rio Grande do Norte (hoje o estado do Rio Grande do Norte), nascida na metade do século XVII é considerada uma das precusoras do feminino no Brasil ela rompeu barreiras acabando com a divisão de trabalho da tribo ao se afastar dos afazeres domésticos, para participar de batalhas junto ao seu marido durante as invasões holandesas. Clara também liderou um grupo de guerreiras nativas na luta contra os holandeses durante a colonização em1637. Em 1927, no dia 25 de outubro, A Lei n° 660 foi aprovada e várias mulheres requereram suas inscrições eleitorais e, a professora Celina Guimarães obtém seu registro e se torna a primeira eleitora do Brasil. No dia 5 de abril de 1928, foi eleita a primeira mulher escolhida para ocupar um cargo eletivo: Alzira Soriano, eleita prefeita de Lajes. É... Os tempos mudaram Vilma Maria de Faria Governa o Estado, Rosalba Ciarline no Senado Federal, Micarla de Souza a Prefeita da cidade, Na Câmara dos Vereadores, Julia Arruda e a Sargento Regina, Mulheres que fazem história reafirmando as conquistas do feminino na província Potiguar.

 E sob as bênçãos do Vento, que soprou veementemente como se coroando a nossa indicação, essa feita pelo Vate Francisco Macedo, a ATRN inova seus quadros, desta feita dando posse a duas Mulheres, Deth Haak “A Poetisa dos Ventos” e Rosa Régis, ‘ Rosa do Cordel, Poetas Del Mundo e ao Bardo Luis Cláudio da cidade de Macau-RN. Dr. José Lucas Presidente da ATRN , convida a composição da mesa essa composta pelas autoridades presentes, e eis a minha surpresa: o Cônsul Poeta Del Mundo Silvino Potêncio de Portugal representando a entidade, e não pára ai, como Sócio Correspondente, o Cônsul Poeta Del Mundo, Luis Antonio Cardoso de Taubaté São Paulo, A Presidente da Academia de Feminina de Letras Zelma Furtado, Abaeté ( Casa do Cordel) Joamir Medeiros UBT, A presidente da Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN, Senhora Geralda Efigênia, Todos Poetas Del Mundo! Após o juramento do Trovador, lido pela Poetisa Cordelista e Imortal Rosa Régis em nome de todos os empossados, eis o Discurso de Posse de Deth Haak:



Boa noite Senhoras e Senhores, autoridades presentes.



"Saúdo a mesa em nome do Secretário Geral de Poetas Del Mundo Senhor Luis Árias Manzo, e da Secretaria Geral do Brasil, Embaixadora Deslasnieve Daspet.

Senhor Presidente da ATRN; Poeta Del Mundo José Lucas de Barros, Confrade Ademar Macedo Cônsul Poeta Del Mundo, por Santana dos Matos, Confrade Joamir Medeiros Cônsul da cidade do Natal. Pedro Grilo Neto Cônsul Poeta Del Mundo, amigos que me são caros. Permita-me iniciar minhas palavras expressando meu sentimento de gratidão A Academia de Trovas do Rio Grande do Norte, saudando as mulheres presentes. Em nome da Confreira Clevane Pessoa de Araújo. Potiguar de São José do Mipibú membro desta Academia e minha madrinha literária, e aos homens em Nome do Mestre da Trova Luis Otávio.

É com muita honra que passo ocupar nesse momento a Cadeira N. 10, antes ocupada pelo Jurista Giovane Xavier da Cunha, Um potiguar nascido na Cidade de Martins, em 1º de março de 1923, Foi Juiz de Direito em Natal, membro da ATRN, da Academia Diocesia e da UBT. No biênio 1985 / 1986 da ATRN. Prometo honra-lo mesmo sem ser Jurista Pois a muito venho advogando por Justiça Social, pelas causas do Planeta e Preservação da vida, Bênçãos Poeta! E por acreditar que nada poderia ser diferente, recito uma de suas Trovas:



Na vida em sua grandeza,

há um só sistema a seguir

:- preservar a natureza,

usando-a sem destruir.



Ele disse em poucas linhas a verdade maior!



E em Poesia louvo ao Vento.



Moinhos ao Vento! Eiras! Solares!

Antepassados! Rios! Luares!

Tudo isso eu guardo, aqui ficou:

Ó paisagem etérea e doce,

Depois do Ventre que me trouxe,

A ti devo eu tudo que sou!



Assim cantou o menino triste que se chamou Antônio Nobre, em um dos mais belos poemas do Só.– não em beleza, claro, mas em candura – digo eu das paisagens da cidade do Natal: principalmente das que se acham mais vivas e ligadas à minha infância que longe vai. Areias dunares que o luar prateia refletindo nos mares, inspirando a poesia que reveste de rimas as causas e as coisas dos humildes: Casas dos pobres que o luar, à noite, caia... Contudo Mais viva a presença do Vento que sopra vindo do mar que em muitos dias a noite cala, quando busca o poeta refugio para as dores da Natureza que o homem achincalha. Nasci na beira da praia, Armação dos Búzios RJ, terra de meus ancestrais e aqui homenagem póstuma a meu pai, Manoel Custódio Alves, que precocemente alfabetizou essa que vos fala. E com esta frase, que de tanto repetir acabei por decorar “Procuremos por todos os meios fazer da vida um bem.” “A vida é boa; os homens a fazem má.” Desafiada por Orfeu a fazer um pronunciamento pequeno como são pequenas as Trovas que dizem tanto em nome da família que adotou, a Poetisa dos Ventos” a Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do Rio Grande do Norte, me pareceu bastante difícil, dado a diversidade de escolas que representamos na sociedade literária, mas, como todos somos Poetas, comecei, então, me perguntando: Você gosta de discursos longos? Não, a parti deste dia, Cinco de dezembro de 2009, prometo muito dizer em quatro linhas!



O que me fez Poesia? Deus me dotou de curiosidade incomum, um gosto especial pelo desafio, e excepcionalmente perseverante, diferiu-me dos três irmãos com uma criatividade especial e difícil de definir: curiosa, todas as crianças o são. Criativa, um mais do que os outros, mas muitas pessoas são criativas, e nem por isso optam pela missão de ser Poeta. Assim, entendo que a criatividade de todos nós, busca encontrar um ambiente favorável se estimulado, como a menina que fui para que a minha vocação pudesse desabrochar. Cada um de nós aqui presente, independente da área do conhecimento que escolhemos embora diferentes, compartilhamos algumas singularidades e similaridades. Em algum lugar, em algum momento sofremos influências de outras escolas, adicionadas a algumas características inatas (o que o Poeta não pode deixar de considerar)



0 que me trouxe até aqui neste momento extremamente honroso para qualquer Vate?

Talvez o que nos una, seja que tenhamos em comum um pouco de cada uma das características acima referidas, mas acima de tudo, certamente tivemos a sorte de encontrar um ambiente propício ao desenvolvimento de nossas potencialidades, grandes mestres, grandes mentores. Mais que tudo, tive grandes exemplos! Nesse ambiente favorável, nossos talentos inatos tiveram a oportunidade de se desenvolver. E em nome dos Poetas Del Mundo, e do Círculo Universal dos Embaixadores da Paz da Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN Academia Virtual Sala dos Poetas e Escritores, dos Movimentos sociais Sos Ponta negra, Filhos de Ponta entre outros... Entidades agraciadas com esta honraria, que os Bardos ora empossados, venho agradecer ao Mestre dos mestres, que habita no coração de todos nós, Jesus Cristo o maior Poeta que pela terra andou."



Deth Haak


“A Poetisa dos Ventos”


“Cônsul Poeta Del Mundo – RN”.


Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN


Círculo Universal dos Embaixadores da Paz



E minhas Trovas hão de ficar!



Se meu verso fosse arma

guerreando dia a dia.

O estopim era a palavra

Explodindo em Poesia...



A brisa me beija mansa,

arrepia o corpo inteiro.

A inspiração em mim dança,

escrevo o verso primeiro.



Vou dizendo no caminho;

a poesia é meu exemplo.

Poema procura o ninho,

Orfeu diviniza o templo.



A este vento que me inspira

digo voejando contente,

é triste quem não admira

traços que tecem a gente.



Do vento sou marketeira,

guerreira se for preciso.

O vento insufla a poeira

e eu me arrisco num improviso.



Não há dor nem há tortura

no meu sonho realizado,

que vento pela cultura,

não é triste, é o meu legado!



No Orbe desenho o meu dia,

aos poetas, meu recado:

Execrem a hipocrisia

no seu acorde riscado.



Brisa que aqui é soprada,

no rimar mais de repente.

Poesia chega alentada,

a toda gente que a sente...



Se um só Poeta trovar,

como as ondas no oceano.

Viria à paz pelo mar,

liberando amor humano!...



Amor chega de repente,

a Paz habita na vida.

A sorte que brinda gente

traz a amargura devida...





Encanta-me essa magia,

do ente que muito padece.

Escrevendo em poesia

o amor que a Deus agradece...



O Vento passa ligeiro

que mal consigo tocá-lo.

E logo eu, seu escudeiro,

Poeta por tanto amá-lo!



Diz-se sábio o ser humano,

para Deus isso é loucura!

Saber tudo é um grande engano

que a convicção amargura...



Se me desse Deus, saber,

dia que a morte viria...

Sorvia no amanhecer,

sereno e sabedoria.



Descobri, vou retirar,

todo o cisco de meus olhos.

Ao amor vou me entregar

sem mais temer os abrolhos.



O vento na areia escura,

marola de meu porvir.

Nele sinto que perdura.

Meu desejo de ir e vir...



Seque a brisa doravante,

o pranto da despedida.

Acena paixão errante...

Adeus não, amar é vida!



Meus versos criaram asas,

voando aos olhos do mundo.

São poemas, - vivas brasas -

de um coração vagabundo...







A vocês, vai meu recado:

Na voz que afugenta as dores,

no nordeste abandonado,

rendo ao Cordel, meus louvores...



A bênção, Luis Otavio!...

Poeta que trova ensina.

Com doce sabor Batávio,

para trovar minha sina!



Obs.

Acima, Rosa Regis, fil´[osofa e Cordelista, também trovadora, com Deth e outro trovador.



Batavia era uma região da Holanda





"Mandou, pois o Senhor Deus um profundo sono a Adão; e, enquanto ele estava dormindo, tirou uma das suas costelas, e pôs carne no lugar dela. 22 – E da costela, que tinha tirado de Adão, formou o Senhor Deus uma Mulher; e a levou a Adão. 23 - E Adão disse: Eis aqui agora o osso de meus ossos e a carne da minha carne; ela se chamará Virago, porque do varão foi tomada. 24 – Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa só carne. 25 - Ora um e outro, isto é, Adão e sua mulher, estavam nus; e não se envergonhavam (porque ainda eram inocentes)."



><**><

Comentário de Ernesto León Larrea em 8 dezembro 2009 às 21:12

Extraordinario, felicitaciones.

Comentário de NORBERTO em 8 dezembro 2009 às 10:52

Muchas gracias por compartir, y dejar estos bellos versos.

Un fuerte abrazo.

Comentário de Deth Haak em 7 dezembro 2009 às 21:08





Comentário de Deth Haak em 7 dezembro 2009



Meu caro amigo e grande trovador Francisco Macedo e Deth,















Obs:



Batavia era uma região da Holanda





"Mandou, pois o Senhor Deus um profundo sono a Adão; e, enquanto ele estava dormindo, tirou uma das suas costelas, e pôs carne no lugar dela. 22 – E da costela, que tinha tirado de Adão, formou o Senhor Deus uma Mulher; e a levou a Adão. 23 - E Adão disse: Eis aqui agora o osso de meus ossos e a carne da minha carne; ela se chamará Virago, porque do varão foi tomada. 24 – Por isso deixará o homem seu pai e sua mãe, e se unirá a sua mulher; e serão dois numa só carne. 25 - Ora um e outro, isto é, Adão e sua mulher, estavam nus; e não se envergonhavam (porque ainda eram inocentes)."



><**><









Antologias Beco dos Poetas:





--------------------------------------------------------------------------------

terça-feira, 20 de julho de 2010

Ademar Macedo-Dia do Amigo-Mensagens Poéticas-Trovas, sonetos, sextilhas

Meu amigo Ademar Macedo sempre causa-me  uma festa na alma  quando abro suas Mensagem Poéticas, enconto amigos e a ele mesmo.
Quando cheguei no aeroporto de Natal, em 28 de abril, lá estava ele, com a querida Deth Haak, esperando-me na madrugada;eu sofrera um mal estra spúbito no aeroporto e fui em outro vôo.
Presenteou-me, o trovador, com um Cd que registrava quando, cedinho, ele saudara minha chegada em programa de rádio.
Vim ouvir  sua voz ao microfone já em belo Horizonte, onde moro.E quantas saudades desse amigo e conterrâneo de Estado, caloroso e solidário!

Para ele , o mano Francisco, Zé Lucas, Deth, os conterrâneos potiguares, todos os brasileiros
 ,latino-americanos(estes,  ensinados por Gislaine Caales a fazer trovas) dedico:

1-

Amizade é cousa boa
em qualquer canto do mundo
-pode ser qualquer pessoa
que o sentimento é profundo!

Trovadores da Sociedade de Poetas Vivos e Afins, em Natal, mai2010?Pedro Acima , Geralda Efigênia e eu.
Ademar Macedo e eu, na Câmara Municipal de S.José de Mipibu/RN,0452010
2-

Não sabendo o que fazer
com a beleza-e dar-he prova,
começamos a escrever
num cofre chamado trova...

Clevane pessoa


Tarde Memorável de), Zelma Furtado, Deth Haak,

eu e Pedro grillo, na escola, com a Diretora que é filha da vereadora Socorro (ao lado de Grillo, falávamos às crianças)

Agora, o "Mensagens Poéticas, enviado hoje por Ademar Macedo


A Caminho de Santana do Matos. (Dia do Amigo!!!)


<<< Trova do Dia: >>>



Tão certo quanto a laranja



que é toda feita de gomos,



amigo bom sempre arranja



como elevar o que somos!



(Amilton Maciel Monteiro/SP)











<<< Trova Potiguar: >>>



Diz uma frase de Ghandhi



no seu estilo sereno:



– Não existe amigo grande



nem inimigo pequeno.



(Chico Mota/RN)











<<< Uma Trova Premiada: >>>



2009 > Algarve/Brasil-Portugal



Tema > “LIVRE” > 2º Lugar.



Quem cultiva uma amizade



dentro do seu coração



pode morrer de saudade



mas nunca de solidão.



(Olympio Coutinho/MG)











<<< Uma Poesia livre: >>>



N A V E G A R.







– João Alfredo/RN –







A vida é uma pequena nau



onde o timoneiro



exausto de rotas



vestiu-se de espumas



e mergulhou na noite...











<<< Uma Trova de Ademar: >>>



Amigos que valem ouro,



nós deveremos guardar



como se guarda um tesouro...



para ninguém encontrar!



(Ademar Macedo/RN)











...E Suas Trovas Ficaram:



Quando a vida se complica



nas horas de solidão,



amigo é aquele que fica



depois que os outros se vão!



(Aloísio Alves da Costa/CE)











<<< Estrofe do Dia: >>>



Digo com sinceridade



sem fazer demagogia,



sempre nos traz alegria



um amigo de verdade;



com a maior felicidade



e até com certa emoção,



confesso de coração



seja aqui, seja onde for:



para mim, o trovador



é na verdade, um irmão!...



(Ademar Macedo/RN)







<<< Soneto do Dia: >>>



AMIZADE.







– Haroldo Lyra/CE –



Depois de salpicada uma amizade,

Por leve farpa num fugaz momento,

Traz o fato, humana realidade,

Carência de afeto e entendimento.



Se à prosa que se faz se põe maldade,

Perde, a amizade, o doce encantamento.

Há de perder também sinceridade

E lesto se avizinha o rompimento.



Mas, valham as que têm, irrelevante,

O dardo que feriu por um instante

Involuntariamente a fidalguia.



Nisso, aquela que impõe severa norma,

Inexoravelmente se transforma

Em triste olá de falsa cortesia.

Dia do trovador-Rememória

Aparício

                                                                           Fernandes
Fernandes
"Fonte da foto acima:
singrandohorizontes.wordpress.com/.../page/5/)

Luiz Otávio, o Príncipe dos Trovadores Brasileiros, era o suprassumo da gentileza, cavalheirismo, educação.
bateu à porta da casa de meus pais para solicitar -0lhes licença para eu assumir com Presidente da UBT em Juiz de Fora.À extranheza de meu pai("mas ela é muito novinha!"), ele retorquiu que eu tinha o dom de desfazer mal estares, dava-me bem com os grêmios e as UBTs de vários lugares, correspondendo-me com muitos trovadores e publicando-os no jornal onde trabalhava-a na "Gazeta Comercial".Não havia Internet.Era tudo na base da missiva.Acompanhava-o o dedicado escudeiro, outro trovador de peso, do Rio Granmde do Norte, Aparício Fernandes que ia de cidade em cidade recolhendo trovas-a maioria manuscrita-depois , datilografava-as, mandava-nos para revisar e as lia em seu programa radiofônoco no rio.Depos de casada-com o jornalista trovador Messias da Rocha -fui morar na Cidade Maravilhosa-sema as violências de hoje, maravilhosa mesmo,e fomos visitá-lo em Santa Teresa, onde residia com a linda esposa.Bons tempos!
Aparício realizava antologias gigantescas (Trovadores do brasil...O Rei dos reis...).Tenho trovas nelas todas.Fiquei pensando o quanto os dois adorariam a internet!

Hoje, o amigo querido Ademar Macedo, publica virtualemente , trovas mil e o mano Francisco Macedo manda-me o jornal da ATRN, que leio prazerosamente.
Aui em belo Horioznte, aochegar, apresentei-me à então presidente Conceição Abrittas, a convite de Zeni de barros Lanna , disse trovas, dostribuí poster de trovas e fui muito bem recebida-mas fui lotada, enquanto psicóloga, no HJK(Barreiro de Cima0, e jamais cheguei a tempo de assitir a alguma sessão. Então, estou desgarrada, mas em 2009 fui a Santa catarina, a convite de Gislaine Canales, para os Jogos Florais (Balneáriod e Camboriú) e recuperei minha identidade de trovadora-pelo que vou ser sempre muito grata.Adorei conhecer Rissowsky, aprimorado sonetista, A.A.Assis, que prefaciou meu "Trovas, pequenas Notáveis", cnhecer trovadores latinoamericanos e muitos brasileiros.
Falo a respeito em meu blog específico http://trovaspequenasnotaveis.blogspot.com
Visitem.
À ocasião, eu7 já era acadêmica da Academia de Trovas do Rio Grande do norte(1968), correspondente, pois morava em MG. e depois no Rio.
O aniversáriod e Luiz Otávio-dois dias depois do meu, tornou-se , para nós, "O Dia do Trovador".Ontem, reli trovas, escrevi-as.Hoje, recebo do amigo Dimythryus as trovas abaixo, que Carmen Pio e eu recolhemos, quando a Escola Tropo, onde éramos professoras, sob a direção do grande e saudoso Nilson Matos Vieira (neste blog há um memorial que escrevi para ele) -e ensinamos muitos a fazer trovas!
Bom rememorar!


De: MovimentodePoetaseTrovadores
Data: 18 de Julho de 2010 10:04
Assunto: Salve 18 de Julho, DIA DO TROVADOR!
Para: movimentodepoetasetrovadores@yahoo.com.br





"Parabéns Trovadores de todos os recantos da Terra!

SALVE 18 DE JULHO!

E, principalmente, PARABÉNS LUIZ OTÁVIO!

Essa é uma data muito especial, pois simboliza todo esse movimento poético, cultural, social, que representamos, trabalhamos e lutamos por sua permanência e crescimento. Tal representação vem carregada de grande responsabilidade, eis que ao levarmos nossa Trova, - a mensagem que ela traduz -, estamos lançando ideias, pensamentos, ideais, projetos, sonhos, reflexões, e, com isso, certamente, causando transformações, fortalecimentos, criando cultura, conhecimento, e escrevendo a História.

Feliz Dia do Trovador a todos!!

‘MOVIMENTO DE POETAS E TROVADORES’"

Carmen Pio

-----------------------------------------------------------------------------------------------------


TROVAS - DIA DO TROVADOR – e – LUIZ OTÁVIO
(estão por ordem alfabética de autor)


Luiz Otávio, em nossas mãos
as suas a gente vê.
- Onde há um encontro de irmãos,
há um reencontro com você!
A.A. de Assis – Maringá/PR

Sou poeta do nordeste
e meus versos deram prova.
Mas temi que só a peste
fazendo a primeira trova!
Ademar Macedo – Natal/RN

Na rádio ou por telefone,
eu digo a todos vocês:
- Ninguém faz sequer um clone,
das trovas que Luiz fez!
Ademar Macedo – Natal/RN

Luiz Otávio deu provas,
ser bom em verso e poesia.
E o meu sonho é fazer trovas
como as que Luiz fazia...
Ademar Macedo – Natal/RN

Quem deixa forte lembrança,
como Luiz Otávio deixou,
é símbolo de esperança
e do amor que ele plantou.
Carmen Pio – Porto Alegre/RS

Luiz Otávio, hoje, é saudade,
na luta do Trovador,
era a sensibilidade
do "Movimento do Amor".
Carmen Pio – Porto Alegre/RS

Trovador, linda palavra,
Cheia de encanto e fervor,
Trovador, ele quem lavra,
belas sementes do amor.
Carmen Pio – Porto Alegre/RS

Luiz Otávio, com ciência,
fez da trova uma alegria;
com carinho e competência
fez dos versos melodia.
Cidinha Frigeri – Londrina/PR

Trovas, versos, notas vivas
do musical sacrossanto
que, Luiz Otávio e convivas,
integraram no seu canto.
Cidinha Frigeri – Londrina/PR

Que Luiz Otávio inda em vida,
saudando-a com seu valor,
compôs a canção da lida,
harmonizando um clangor.
Cidinha Frigeri – Londrina/PR

Luiz Otávio, com nobreza,
ao elevar nossos autores,
não foi rei, mas com certeza,
"Príncipe dos trovadores"...
Clevane Pessoa de Araújo Lopes – Belo Horizonte/MG

A rosa dos trovadores,
por Luiz Otávio nos dada,
faz de nós os pensadores
da nossa pequena fada...
Clevane Pessoa de Araújo Lopes – Belo Horizonte/MG

Luís Otávio, não morreste,
aqui na Terra, ficaste,
entre os livros que escreveste
e as trovas que nos deixaste!
Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

Sou trovador. Tenho orgulho
do meu dia e, como prova,
sempre em dezoito de julho
eu faço trova e mais trova!
Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

Na vida do trovador,
o fazer trovas, suponho,
consiste em semear amor
em quatro versos de sonho!
Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

Sou trovadora assumida
que, em seu viver, se renova,
fazendo trovas à vida,
vivendo em razão da trova!
Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

Nos momentos mais diversos,
sonho minha vida assim:
- Chuva de rimas e versos,
florindo trovas em mim!
Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

Luís Otávio, eu te proponho,
que, dos céus, aonde estás,
inspires trovas de sonho
e versos de amor e paz!
Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

É na dor de uma saudade,
quando um mau dia anoitece,
que a mulher em mim se evade
e a trovadora aparece.
Denise Cataldi - Nova Friburgo/RJ

Luiz Otávio deu exemplo
de amor, de fraternidade
e fez de seu peito o templo
mais bonito da humildade!
Elisabeth Souza Cruz – Nova Friburgo/RJ

Desde a infância, um sonhador,
muitos sonhos já sonhei,
em tornar-me um trovador
- confesso - nunca pensei.
Flávio Ferreira da Silva - Nova Friburgo/RJ

Pego carona na trova,
sou chamado trovador,
quem as lê - logo reprova -
pois são trovas sem valor.
Flávio Ferreira da Silva - Nova Friburgo/RJ

Luiz Otávio fundou
quarenta anos atrás,
a UBT que tanto amou,
e que a amamos muito mais!
Francisco Garcia – Caicó/RN

Luiz Otávio se encantou;
tinha que partir um dia!
Mas para o mundo deixou
um canteiro de poesia!
Francisco Garcia – Caicó/RN

E o Príncipe deixou saudade,
muita saudade deixou!
Foi a trova, na verdade,
a musa que mais amou!
Francisco Garcia – Caicó/RN

A UBT ficou refeita,
na voz de cada poeta...
e o que faltar na receita,
Luiz Otávio completa!
Francisco Garcia – Caicó/RN

Ser trovador me seduz...
Eu sinto em cada momento
que a trova é facho de luz
no pano do firmamento,,,
Ivone Taglialegna Prado – Belo Horizonte/MG

Jamais quis fazer poesia
nem algum verso de trova.
Foi você, doce Maria,
quem me lançou nesta prova.
Lairton Trovão de Andrade – Pinhalão/PR

Sou poeta trovador
na solidão desta rua.
Minhas serestas de amor
só tenho entoado à Lua.
Lairton Trovão de Andrade – Pinhalão/PR

Enquanto houver um luar
e um sol cheio de esplendor,
há de se ouvir o cantar
da lira de um trovador!
Lisete Johnson – Porto Alegre/RS

Luiz Otávio sabia
que sua paixão mais forte,
a trova, conquistaria
o Brasil de Sul a Norte.
Milton Souza – Porto Alegre/RS

No Dia do Trovador,
eu repito novamente:
trova é um pedaço de amor
que invade a vida da gente.
Milton Souza – Porto Alegre/RS

Luiz Otavio, no infinito,
em sua estrada já traçada,
nos ensina quão bonito
é uma trova declamada!
Nei Garcez - Curitiba/PR

Quem recorda os trovadores
com suas trovas de então,
oferece aos seus autores
a prova de gratidão!
Nei Garcez – Curitiba/PR

Parabéns, ó trovador,
deste solo e céu anil,
que com trova e muito amor
abençoa este Brasil!
Nei Garcez – Curitiba/PR

Nem todo poeta trova,
mas o trovador poeta
e a cada mensagem nova
ganha um jeito de profeta.
Nilton Manoel Ribeirão Preto/SP

O mundo ganha mais cor
neste dia de poesia,
quando todo trovador
faz trovas pelo seu dia!
Nilton Manoel Ribeirão Preto/SP

Luiz Otávio deu provas
de ser grande e iluminado:
fez uma esteira de trovas
em seu caminho encantado!
Thereza Costa Val – Belo Horizonte/MG

Na trova, que é seu veleiro,
singrando temas diversos,
trovador é marinheiro
que navega em quatro versos.
Thereza Costa Val – Belo Horizonte/MG

- "Luiz Otávio, diz Jesus,
faça este Céu mais bonito"...
E ele fez trovas de luz
com as estrelas, no infinito.
Thalma Tavares – São Simão/SP

---------------------------------------------
---------------------------------------------------------------------------------------

Glosando Luiz Otávio

Gislaine Canales


TEMPLO DOS TROVADORES


MOTE:

Em nossa crença elevada,
num mundo de paz e flores,
a trova é hóstia sagrada
no templo dos trovadores.


EM NOSSA CRENÇA ELEVADA,
cheia de fé e emoção ,
em nossa grande escalada,
o verso é nossa oração.

Nós rezamos, versejando,
NUM MUNDO DE PAZ E FLORES,
mais amigos, conquistando
e amando novos amores.

Numa união inigualada,
que nos traz imensa paz,
A TROVA É HÓSTIA SAGRADA
que somente o bem nos faz!

Nessa nossa comunhão,
misturamos mil sabores
e a amizade, cresce, então,
NO TEMPLO DOS TROVADORES.

---------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Homenagem de Ademar

Saudade, quase se explica
nesta trova que te dou:
saudade é tudo que fica
daquilo que não ficou.
– Luis Otávio –

Ao partir para a outra vida,
aquilo que mais receio,
é deixar nessa partida,
tanta coisa pelo meio ...
– Luis Otávio –

Meus sentimentos diversos
prendo em poemas tão pequenos.
– quem na vida deixa versos
parece que morre menos ...
– Luis Otávio –

Trovador, grande que seja,
tem esta mágoa a esconder:
a trova que mais deseja
jamais consegue escrever ...
– Luis Otávio –

A sina dos Trovadores,
– o meu destino também –
é sofrer as próprias dores
e as dores que os outros têm...
– Luis Otávio –

Com saudades imorredouras:
Ademar Macedo.

----------------------------------------------------------------------


Nesta data querida...

Parabéns aos trovadores
Neste dia todo prosa
Verso hoje em louvores
A quem escreve e Trova.

Sou poema canto amores
Pra poesia minha rosa
Desfazer mágoas e dores
Em rimas o verso Trova,

Parabéns aos Trovadores
Pedro Grillo aqui a glosa
Poeta o vento professores
O que me ensina a Trova.

Bênçãos Ademar Macedo
Voe em verso como flosa
A Clevane Pessoa o enredo
Bênçãos no dia da Trova.

Arrisco trovar sem medo
Pra saudá-los com a Rosa
Versejo que aqui me rendo
A Gislene Canalles em trova...

“ A Poetisa dos Ventos”
Deth Haak

SPVA-RN. Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN
Cônsul Poeta Del Mundo_ RN







Aparício Fernandes, o grande divulgador das trovas e dos trovadores(meu arquivo)


A rosa vermelha é o simbolo do trovador e faz parte do emblema da UBT(União Brasieleira de Trovadores)
"Fonte da foto acima:
singrandohorizontes.wordpress.com/.../page/5/)

Luiz Otávio, o Príncipe dos Trovadores Brasileiros, era o suprassumo da gentileza, cavalheirismo, educação.
bateu à porta da casa de meus pais para solicitar -0lhes licença para eu assumir com Presidente da UBT em Juiz de Fora.À extranheza de meu pai("mas ela é muito novinha!"), ele retorquiu que eu tinha o dom de desfazer mal estares, dava-me bem com os grêmios e as UBTs de vários lugares, correspondendo-me com muitos trovadores e publicando-os no jornal onde trabalhava-a na "Gazeta Comercial".Não havia Internet.Era tudo na base da missiva.Acompanhava-o o dedicado escudeiro, outro trovador de peso, do Rio Granmde do Norte, Aparício Fernandes que ia de cidade em cidade recolhendo trovas-a maioria manuscrita-depois , datilografava-as, mandava-nos para revisar e as lia em seu programa radiofônoco no rio.Depos de casada-com o jornalista trovador Messias da Rocha -fui morar na Cidade Maravilhosa-sema as violências de hoje, maravilhosa mesmo,e fomos visitá-lo em Santa Teresa, onde residia com a linda esposa.Bons tempos!
Aparício realizava antologias gigantescas (Trovadores do brasil...O Rei dos reis...).Tenho trovas nelas todas.Fiquei pensando o quanto os dois adorariam a internet!

Hoje, o amigo querido Ademar Macedo, publica virtualemente , trovas mil e o mano Francisco Macedo manda-me o jornal da ATRN, que leio prazerosamente.
Aui em belo Horioznte, aochegar, apresentei-me à então presidente Conceição Abrittas, a convite de Zeni de barros Lanna , disse trovas, dostribuí poster de trovas e fui muito bem recebida-mas fui lotada, enquanto psicóloga, no HJK(Barreiro de Cima0, e jamais cheguei a tempo de assitir a alguma sessão. Então, estou desgarrada, mas em 2009 fui a Santa catarina, a convite de Gislaine Canales, para os Jogos Florais (Balneáriod e Camboriú) e recuperei minha identidade de trovadora-pelo que vou ser sempre muito grata.Adorei conhecer Rissowsky, aprimorado sonetista, A.A.Assis, que prefaciou meu "Trovas, pequenas Notáveis", cnhecer trovadores latinoamericanos e muitos brasileiros.
Falo a respeito em meu blog específico http://trovaspequenasnotaveis.blogspot.com
Visitem.
À ocasião, eu7 já era acadêmica da Academia de Trovas do Rio Grande do norte(1968), correspondente, pois morava em MG. e depois no Rio.
O aniversáriod e Luiz Otávio-dois dias depois do meu, tornou-se , para nós, "O Dia do Trovador".Ontem, reli trovas, escrevi-as.Hoje, recebo do amigo Dimythryus as trovas abaixo, que Carmen Pio e eu recolhemos, quando a Escola Tropo, onde éramos professoras, sob a direção do grande e saudoso Nilson Matos Vieira (neste blog há um memorial que escrevi para ele) -e ensinamos muitos a fazer trovas!
Bom rememorar!


De: MovimentodePoetaseTrovadores
Data: 18 de Julho de 2010 10:04
Assunto: Salve 18 de Julho, DIA DO TROVADOR!
Para: movimentodepoetasetrovadores@yahoo.com.br





"Parabéns Trovadores de todos os recantos da Terra!

SALVE 18 DE JULHO!

E, principalmente, PARABÉNS LUIZ OTÁVIO!

Essa é uma data muito especial, pois simboliza todo esse movimento poético, cultural, social, que representamos, trabalhamos e lutamos por sua permanência e crescimento. Tal representação vem carregada de grande responsabilidade, eis que ao levarmos nossa Trova, - a mensagem que ela traduz -, estamos lançando ideias, pensamentos, ideais, projetos, sonhos, reflexões, e, com isso, certamente, causando transformações, fortalecimentos, criando cultura, conhecimento, e escrevendo a História.

Feliz Dia do Trovador a todos!!

‘MOVIMENTO DE POETAS E TROVADORES’"

Carmen Pio

-----------------------------------------------------------------------------------------------------


TROVAS - DIA DO TROVADOR – e – LUIZ OTÁVIO
(estão por ordem alfabética de autor)


Luiz Otávio, em nossas mãos
as suas a gente vê.
- Onde há um encontro de irmãos,
há um reencontro com você!
A.A. de Assis – Maringá/PR

Sou poeta do nordeste
e meus versos deram prova.
Mas temi que só a peste
fazendo a primeira trova!
Ademar Macedo – Natal/RN

Na rádio ou por telefone,
eu digo a todos vocês:
- Ninguém faz sequer um clone,
das trovas que Luiz fez!
Ademar Macedo – Natal/RN

Luiz Otávio deu provas,
ser bom em verso e poesia.
E o meu sonho é fazer trovas
como as que Luiz fazia...
Ademar Macedo – Natal/RN

Quem deixa forte lembrança,
como Luiz Otávio deixou,
é símbolo de esperança
e do amor que ele plantou.
Carmen Pio – Porto Alegre/RS

Luiz Otávio, hoje, é saudade,
na luta do Trovador,
era a sensibilidade
do "Movimento do Amor".
Carmen Pio – Porto Alegre/RS

Trovador, linda palavra,
Cheia de encanto e fervor,
Trovador, ele quem lavra,
belas sementes do amor.
Carmen Pio – Porto Alegre/RS

Luiz Otávio, com ciência,
fez da trova uma alegria;
com carinho e competência
fez dos versos melodia.
Cidinha Frigeri – Londrina/PR

Trovas, versos, notas vivas
do musical sacrossanto
que, Luiz Otávio e convivas,
integraram no seu canto.
Cidinha Frigeri – Londrina/PR

Que Luiz Otávio inda em vida,
saudando-a com seu valor,
compôs a canção da lida,
harmonizando um clangor.
Cidinha Frigeri – Londrina/PR

Luiz Otávio, com nobreza,
ao elevar nossos autores,
não foi rei, mas com certeza,
"Príncipe dos trovadores"...
Clevane Pessoa de Araújo Lopes – Belo Horizonte/MG

A rosa dos trovadores,
por Luiz Otávio nos dada,
faz de nós os pensadores
da nossa pequena fada...
Clevane Pessoa de Araújo Lopes – Belo Horizonte/MG

Luís Otávio, não morreste,
aqui na Terra, ficaste,
entre os livros que escreveste
e as trovas que nos deixaste!
Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

Sou trovador. Tenho orgulho
do meu dia e, como prova,
sempre em dezoito de julho
eu faço trova e mais trova!
Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

Na vida do trovador,
o fazer trovas, suponho,
consiste em semear amor
em quatro versos de sonho!
Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

Sou trovadora assumida
que, em seu viver, se renova,
fazendo trovas à vida,
vivendo em razão da trova!
Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

Nos momentos mais diversos,
sonho minha vida assim:
- Chuva de rimas e versos,
florindo trovas em mim!
Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

Luís Otávio, eu te proponho,
que, dos céus, aonde estás,
inspires trovas de sonho
e versos de amor e paz!
Delcy Canalles – Porto Alegre/RS

É na dor de uma saudade,
quando um mau dia anoitece,
que a mulher em mim se evade
e a trovadora aparece.
Denise Cataldi - Nova Friburgo/RJ

Luiz Otávio deu exemplo
de amor, de fraternidade
e fez de seu peito o templo
mais bonito da humildade!
Elisabeth Souza Cruz – Nova Friburgo/RJ

Desde a infância, um sonhador,
muitos sonhos já sonhei,
em tornar-me um trovador
- confesso - nunca pensei.
Flávio Ferreira da Silva - Nova Friburgo/RJ

Pego carona na trova,
sou chamado trovador,
quem as lê - logo reprova -
pois são trovas sem valor.
Flávio Ferreira da Silva - Nova Friburgo/RJ

Luiz Otávio fundou
quarenta anos atrás,
a UBT que tanto amou,
e que a amamos muito mais!
Francisco Garcia – Caicó/RN

Luiz Otávio se encantou;
tinha que partir um dia!
Mas para o mundo deixou
um canteiro de poesia!
Francisco Garcia – Caicó/RN

E o Príncipe deixou saudade,
muita saudade deixou!
Foi a trova, na verdade,
a musa que mais amou!
Francisco Garcia – Caicó/RN

A UBT ficou refeita,
na voz de cada poeta...
e o que faltar na receita,
Luiz Otávio completa!
Francisco Garcia – Caicó/RN

Ser trovador me seduz...
Eu sinto em cada momento
que a trova é facho de luz
no pano do firmamento,,,
Ivone Taglialegna Prado – Belo Horizonte/MG

Jamais quis fazer poesia
nem algum verso de trova.
Foi você, doce Maria,
quem me lançou nesta prova.
Lairton Trovão de Andrade – Pinhalão/PR

Sou poeta trovador
na solidão desta rua.
Minhas serestas de amor
só tenho entoado à Lua.
Lairton Trovão de Andrade – Pinhalão/PR

Enquanto houver um luar
e um sol cheio de esplendor,
há de se ouvir o cantar
da lira de um trovador!
Lisete Johnson – Porto Alegre/RS

Luiz Otávio sabia
que sua paixão mais forte,
a trova, conquistaria
o Brasil de Sul a Norte.
Milton Souza – Porto Alegre/RS

No Dia do Trovador,
eu repito novamente:
trova é um pedaço de amor
que invade a vida da gente.
Milton Souza – Porto Alegre/RS

Luiz Otavio, no infinito,
em sua estrada já traçada,
nos ensina quão bonito
é uma trova declamada!
Nei Garcez - Curitiba/PR

Quem recorda os trovadores
com suas trovas de então,
oferece aos seus autores
a prova de gratidão!
Nei Garcez – Curitiba/PR

Parabéns, ó trovador,
deste solo e céu anil,
que com trova e muito amor
abençoa este Brasil!
Nei Garcez – Curitiba/PR

Nem todo poeta trova,
mas o trovador poeta
e a cada mensagem nova
ganha um jeito de profeta.
Nilton Manoel Ribeirão Preto/SP

O mundo ganha mais cor
neste dia de poesia,
quando todo trovador
faz trovas pelo seu dia!
Nilton Manoel Ribeirão Preto/SP

Luiz Otávio deu provas
de ser grande e iluminado:
fez uma esteira de trovas
em seu caminho encantado!
Thereza Costa Val – Belo Horizonte/MG

Na trova, que é seu veleiro,
singrando temas diversos,
trovador é marinheiro
que navega em quatro versos.
Thereza Costa Val – Belo Horizonte/MG

- "Luiz Otávio, diz Jesus,
faça este Céu mais bonito"...
E ele fez trovas de luz
com as estrelas, no infinito.
Thalma Tavares – São Simão/SP

---------------------------------------------
---------------------------------------------------------------------------------------

Glosando Luiz Otávio

Gislaine Canales


TEMPLO DOS TROVADORES


MOTE:

Em nossa crença elevada,
num mundo de paz e flores,
a trova é hóstia sagrada
no templo dos trovadores.


EM NOSSA CRENÇA ELEVADA,
cheia de fé e emoção ,
em nossa grande escalada,
o verso é nossa oração.

Nós rezamos, versejando,
NUM MUNDO DE PAZ E FLORES,
mais amigos, conquistando
e amando novos amores.

Numa união inigualada,
que nos traz imensa paz,
A TROVA É HÓSTIA SAGRADA
que somente o bem nos faz!

Nessa nossa comunhão,
misturamos mil sabores
e a amizade, cresce, então,
NO TEMPLO DOS TROVADORES.

---------------------------------------------------------------------
----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Homenagem de Ademar

Saudade, quase se explica
nesta trova que te dou:
saudade é tudo que fica
daquilo que não ficou.
– Luis Otávio –

Ao partir para a outra vida,
aquilo que mais receio,
é deixar nessa partida,
tanta coisa pelo meio ...
– Luis Otávio –

Meus sentimentos diversos
prendo em poemas tão pequenos.
– quem na vida deixa versos
parece que morre menos ...
– Luis Otávio –

Trovador, grande que seja,
tem esta mágoa a esconder:
a trova que mais deseja
jamais consegue escrever ...
– Luis Otávio –

A sina dos Trovadores,
– o meu destino também –
é sofrer as próprias dores
e as dores que os outros têm...
– Luis Otávio –

Com saudades imorredouras:
Ademar Macedo.

----------------------------------------------------------------------


Nesta data querida...

Parabéns aos trovadores
Neste dia todo prosa
Verso hoje em louvores
A quem escreve e Trova.

Sou poema canto amores
Pra poesia minha rosa
Desfazer mágoas e dores
Em rimas o verso Trova,

Parabéns aos Trovadores
Pedro Grillo aqui a glosa
Poeta o vento professores
O que me ensina a Trova.

Bênçãos Ademar Macedo
Voe em verso como flosa
A Clevane Pessoa o enredo
Bênçãos no dia da Trova.

Arrisco trovar sem medo
Pra saudá-los com a Rosa
Versejo que aqui me rendo
A Gislene Canalles em trova...

“ A Poetisa dos Ventos”
Deth Haak

SPVA-RN. Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN
Cônsul Poeta Del Mundo_ RN







Aparício Fernandes, o grande divulgador das trovas e dos trovadores(meu arquivo)


A rosa vermelha é o simbolo do trovador e faz parte do emblema da UBT(União Brasieleira de Trovadores)

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Trova para Ademar Macedo





O premiado Ademar Macedo, trovador potiguar:






MACEDO:

AO MUDAR A CADA FOLHA,
SUPEROU SUA CONDIÇÃO:
VIROU CRONOS,EM SUA BOLHA,
FEZ DO TEMPO, SEU IRMÃO!

CLEVANE PESSOA, PARA ADEMAR MACEDO (RESPONDO À SUA MAGNÍFICA TROVA

HTTP://TROVASPEQUENASNOTAVEIS.BLOGSPOT.COM

Plá entre trovadores e XXIII Jogos Florais de Ribeirão Preto



clevane pessoa para Ademar


"Ademar querido:

Sempre que eu enviar algo de interesse da ATRN e do Francisco, mande-lhes.É que estou usando mais este , menos cheio- e isso responde à questão que v. colocou em e-mail anterior:paera qual deve me endereçar os seus- e aqui, não tenho o e-mail dele.Ou mande-o, por favor.
Ando tão apertada de trabalho ue mal dou conta de sair daqui, ainda mais que agora estou como Diretora de Divulgação Cultural da Universidade Planetária do Futuro e vai aumentar o fluxo ainda mais.

Parabéns, viu? Linda sua trova:


Se a vida é apenas passagem
quero que me façam jus;
na minha última viagem
deixem que eu veja Jesus


(...)



Em 9 de junho de 2010 16:00, Ademar Macedo escreveu:

Não deixe de ver as Mensagens
do Próximo Domingo!!!
Beijos Saudosos;
Ademar.





De: clevane pessoa
Para: Ademar Macedo
Enviadas: Quarta-feira, 9 de Junho de 2010 15:49:08
Assunto: Re: <<< TROVADORES NA BIBLIOTECA PADRE EUCLIDES (1903) >>>



AMIGO QUERIDO;

RECEBO E DIVULGAREI.
SEU TRABALHO DE SEMEADOR É LINDO...

Clevane

Sementes de trovas lindas
replanta o bom jardineiro:
nas sementeiras infindas,
do olhar de quem viu primeiro...


A Ademar Macedo, Semeador de Trovas!

Clevane Pessoa





Em 9 de junho de 2010 15:33, Ademar Macedo escreveu:

R E P A S S A N D O !!!



----- Mensagem encaminhada ----
De: NILTON MANOEL
Enviadas: Quarta-feira, 9 de Junho de 2010 13:04:12
Assunto: TROVADORES NA BIBLIOTECA PADRE EUCLIDES (1903)


XIII JOGOS FLORAIS DE RIBEIRÃO PRETO
3
PROMOÇÃO
PREFEITURA MUNICIPAL DE RIBEIRÃO PRETO
SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA
SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO
FUNDAÇÃO INSTITUTO DO LIVRO DE RIBEIRÃO PRETO
UBT – UNIÃO BRASILEIRA DE TROVADORES (RIBEIRÃO PRETO)



Convite:


Caro Irmão trovador:



Por solicitação da Fundação Instituto do Livro de Ribeirão Preto, tenho o prazer de convida-lo a participar dos dois encontros de trovadores de Ribeirão Preto conjuntos com as festividades da Feira do Livro de Ribeirão Preto. São elas:
Dia 18 de junho,
às 19:30,
palestra de Carolina Ramos,presidente do Conselho Nacional da U.B.T.
Dia 19 de junho premiação dos vencedores dos concursos de Trovas.
Os 5 primeiros vencedores de cada tema nacional tem estada completa em hotel central de sexta (entrada as 12) até domingo bastando para isto entrar em contato com o dr. Edwaldo Eugênio Arantes. Os trovadores que, não estiverem entre os vencedores e outros concorrentes que puderem comparecer, sem duvida animarão mais os próximos eventos.
Telefones de contato: 16- 39316004 -Edwaldo
16- 97157829 -Nilton Manoel (Noite: 36303412)
Contando com o prestigio do irmão trovador,
Agradece Nilton Manoel

NÓS SOMOS
O MOVIMENTO BRASILEIRO DE TROVADORES

DIVULGUE AOS DEMAIS TROVADORES"



TEMA NACIONAL: VIAGEM

CATEGORIA VENCEDOR
(troféu)

1º lugar
A mais bonita homenagem,
concede-a Deus,qual troféu,
a quem completa a viagem,
sem mancha,do berço ao céu!
Antônio Augusto de Assis
Maringá-PR
2º lugar
Já reservei a passagem
e aguardo sem reclamar...
que a data desta Viagem
é Deus quem vai carimbar!
Carolina Ramos
Santos-SP
3º lugar
A viagem dos meus sonhos,
eu fiz,pensando em você,
e esses dias, tão risonhos,
eu agradeço à UBT!
Gislaine Canales
Balneário Camboriu/SC
4º lugar
Minha primeira viagem
foi num Maria-fumaça.
Guardo até hoje a passagem
na saudade, que não passa...
Antônio Augusto de Assis
Maringá-PR
5º lugar
Se a vida é apenas passagem
quero que me façam jus;
na minha última viagem
deixem que eu veja Jesus!
Ademar Macedo
Natal-RN



VIAGEM
CATEGORIA MENÇÃO HONROSA
(medalha dourada)

1º lugar
Viagem nunca esquecida,
eu fiz de trem, com meu pai,
a lembrança traz-me à vida,
quem da memória não sai!
Delcy Rodrigues Canalles
Porto Alegre-RS
2º lugar
Teu ciúme foi bobagem
e causou minha revolta.
Mas,cancelei a viagem
por amor... e estou de volta!
Therezinha Dieguez Brizolla
São Paulo-SP
3º lugar
A vida faz seu traçado
e ao longo desta viagem,
coloco a sorte ao meu lado
e a esperança na bagagem!...
Marilúcia Resende
São Paulo-SP
4º lugar
De viagem,vem o vento
e beija a flor quando passa...
É um amor só de momento
como tantos que há na praça
Marina Bruna
São Paulo-SP
5º lugar
Numa viagem,sozinho,
vagando entre a luz e o breu,
procuro pelo caminho
um sonho que se perdeu...
Renata Paccola
São Paulo-SP


VIAGEM
CATEGORIA MENÇÃO ESPECIAL
(medalha prateada)

1º lugar
A caminho do infinito,
prossigo a minha viagem...
levo o que é de mais bonito:
o nosso amor na bagagem!
Roberto Tchepelentyky
(São Paulo-SP)
2º lugar
A saudade de um mocambo
nesta viagem matei,
revendo meu pé de jambo
que lá no sertão plantei.
Sebastião Isidro de Araújo
(Angra dos Reis,RJ)
3º lugar
Escrever é uma viagem,
um prêmio de quem tem sorte,
levando o amor, na bagagem
e a trova por passaporte!
Gislaine Canales
Balneário Camboriu/SC
4º lugar
Singrando os mares da vida,
com você por minha escolta,
mais suave torna-se a ida,
nesta viagem sem volta.
Wanda de Paula Mourthê
Belo Horizonte-MG
5º lugar
Viagem ao ninho antigo,
refúgio na mocidade,
voltei,mas meu lar amigo
só vive em minha saudade!
Giva Silva
São Paulo-SP


TEMA NACIONAL: TURISTA

CATEGORIA VENCEDOR
(troféu)

1º lugar
Presença sempre benquista
toda vez que ele aqui vem,
Deus abençoe o turista!
-E os seus dólares também!!!
José Ouverney
Pindamonhangaba-SP
2º lugar
Um turista encapotado,
Indo a campo de nudista,
Diz,ao ser interpelado:
“só vim por causa da vista”.
Eduardo Domingos Bottallo
São Paulo-SP
3º lugar
Um mau negócio o turista
faz no Rio de Janeiro,
pois enquanto vê a vista
fica a prazo sem dinheiro.
Olympio da Cruz Simões Coutinho
Belo Horizonte MG
4º lugar
Sem querer fazer fofoca,
disse um turista emergente:
no carnaval carioca
tem mais “gringo”do que gente.
Ademar Macedo
Natal-RN

5º lugar
De uma turista estrangeira,
Vendo as quedas do Iguaçu:
-Será que isso é cachoeira
ou é chuveiro de Itu?...
Antonio Augusto de Assis
Maringá-PR


TURISTA
CATEGORIA MENÇÃO HONROSA
(medalha dourada)

1º lugar
Curtiu férias na cadeia
certo turista abusado:
mexeu com garota alheia...
a filha do delegado.
Giva Rocha
São Paulo-SP
2º lugar
Teve a baiana um chilique,
ao dizer:”Vai vatapá?”
e o turista,num trambique:
“Se eu vou tapa? É pra já!
Marilúcia Rezende
São Paulo-SP
3º lugar
A turista,sem “traseira”,
no seu biquíni de malha,
quando viu a “brasileira”
enrolou-se na toalha!!!
Neide Rocha Portugal
Bandeirantes-PR
4º lugar
Turista pára um momento
com a sua companheira,
enquanto olha o monumento,
deixa roubar a carteira.
Antonio José Barradas Barroso
Parede (Portugal)
5º lugar
Na ortografia refeita,
grande descontentamento:
O turista não aceita
que voo não tenha acento!
Renata Paccola
São Paulo-SP



TURISTA
CATEGORIA MENÇÃO ESPECIAL
(medalha prateada)

1º lugar
Muita gente está no mundo
qual turista parasita:
nada faz e deixa imundo
cada lugar que visita...
Antonio Augusto de Assis
Maringá-PR
2º lugar
Chega ao lugar desejado,
Depois de muitas caronas...
O turista fascinado,
“ama as zonas” do Amazonas!!...
Marilucia Resende
São Paulo
3º lugar
Turista, finda a viagem,
Nota que a esposa se zanga
Porque as fotos da paisagem
Só tem mocinhas de tanga.
Antonio José Barradas Barroso
Parede (Portugal)
4º lugar
Um faquir foi viajar
e,ao ser passado em revista,
mil agulhas a explicar:
-sou um acupun-turista!
Renata Paccola
São Paulo-SP
5º lugar
Meu marido é um “veranista”...
Adora uma “temporada”...
“Comparece”.. igual turista...
uma vez por ano e...”nada”!
Jaime Pina da Silveira
São Paulo


MADURO
(tema municipal)

CATEGORIA VENCEDOR
(troféu)

1º lugar
Ramas de café maduro,
brilhando como rubi,
esparramadas no muro,
beleza igual nunca vi!
Edina Duarte Silva do Prado
2º lugar
Quando o amor maduro,na alma
acende o fogo,a paixão,
faz a poesia que acalma
na forma do coração.
Sueli Tornici
3º lugar
Um beija-flor encantado
fruto maduro bicou,
sugou o néctar dourado
que a natureza gerou.
Wanda Duarte da Silva
4º lugar
Mesmo já sendo maduro
sinto da vida um frescor...
Hoje me julgo seguro,
no Amor de Cristo Senhor!
Roger Rodrigo de Brito
5º lugar
Nos versos que eu bem componho,
ao mundo espalho esplendor,
com as palavras que, em sonho,
faz maduro nosso amor.
Sueli Tornici








MADURO
CATEGORIA MENÇÃO HONROSA
(medalha dourada)

1º lugar
Homem maduro tem força;
firme,enfrenta ondas e ventos.
Por mais que os anos,
jamais perde os bons momentos.
Nilton Manoel
2º lugar
Canteiro todo enfeitado,
céu dourado encantador,
cruto maduro espalhado,
tapete do Redentor.
Wanda Duarte da Silva
3º lugar
Um coração é maduro,
sabendo a escolha fazer,
não caminha no escuro
sabe o bem reconhecer.
Elisa Alderani
4º lugar
O sofrer nos faz maduro,
crescer bastante e sonhar!
torna o coração seguro
depois de tanto apanhar.
Arlete Luiza
5º lugar
Na caminhada, maduro,
ponho fogo na fornalha,
quero deixar ao futuro,
as lições de quem trabalha.
Nilton Manoel









MADURO
CATEGORIA: MENÇÃO ESPECIAL
(medalha prateada)

1º lugar
Nunca pense o homem maduro
que a vida já conheceu...
Só não pode estar seguro
pois nem tudo já viveu!
Edina Duarte Silva do Prado
2º lugar
O tempo me fez maduro
desenhando o meu caminho
já passei por cada apuro...
mas sempre espalhei carinho.
Ziney Santos Moreira
3º lugar
Desvios da juventude...
transtornos nas emoções...
sou maduro de virtude,
mudando nas estações!
Célia Apparecida Silli Barbosa



Recordando concursos anteriores

Do poeta, a dimensão,
a poesia põe a prova;
na singela perfeição
dos quatro versos da trova.

Lilá Ricciardi Fontes,
1999
Ribeirão Preto é sucesso,
é vida que se renova.
Se canta ao Sol do progresso,
vibra na Festa da Trova.

Helvécio Barros
1976








VERDE
((tema municipal))

CATEGORIA VENCEDOR
(troféu)

1º lugar
Você é o verde da vida,
eu já não sou tanto assim,
mas nos “juntando”querida
daremos frutos sem fim.
Wilson Clovis de Andrade
2º lugar
Muda o mundo... tudo muda!
Mas no campo do saber,
Há quem todo o tempo estuda,
mas é ‘verde’- de morrer!
Nilton Manoel
3º lugar
Pra ser teu par, sou maduro,
pra mim és verde demais;
mas nosso amor é tão puro
que parecemos iguais.
Wilson Clóvis de Andrade
4º lugar
Com a verde camisola
de detalhes provocantes,
a boazuda Carola
morre de sonhos picantes.
Eliane Aparecida Pereira.
5º lugar
O belo verde do olhar
deixa a sogra piradinha;
que o genro... quer conquistar
essa fogosa velhinha.
Arlete Luiza






VERDE

CATEGORIA MENÇÃO HONROSA
(medalha dourada)

1º lugar
Tendo o seu verde esgotado,
pra muita grana ganhar,
quer esse gringo danado,
nossas matas reservar!
Fátima R.F. Starling
2º lugar
A sua verde calcinha
quase aparece no andar...
preste atenção menininha
vai dar muito o que falar.
Wanda Duarte da Silva
3º lugar
Quando o verde da esperança
vem doce no coração...
Nem sempre há temperança
para regar a emoção.
Arlete Luiza
4º lugar
Quando a peruca caiu,
verdinha... verde, bem chique!
A platéia toda riu!
e Helena? Teve um chilique!
Sueli Tornici
5º lugar
Zé no banheiro trancado!
o que foi que aconteceu?
no pomar, esfomeado,
só manga verde comeu.
J. C. Panazzolo







VERDE

CATEGORIA MENÇÃO ESPECIAL
(medalha prateada)

1º lugar
Matuto sem invernada,
usa sempre a malandragem.
Compra óculos pra boiada
e ela vê verde a pastagem...
J. C. Panazzolo
2º lugar
O matuto sempre diz
que a barriga lhe doeu...
Foi à jaqueira o infeliz,
só jaca verde comeu...
J. C. Panazzolo
3º lugar
Vamos pular a fogueira,
nem pensou, verde menina
que por ser muito gaiteira
nem fogueira a domina.
Wanda Duarte da Silva

=========================================




Recordando concursos anteriores

Ribeirão Preto querida
sem culpa luta com fé.
colhendo a cana florida
com saudade do café...

Ivan Augusto de Andrade Teixeira
1991
Teve dengue a coitadinha!
confusão no galinheiro
pois ficou sendo a galinha
mais dengosa do terreiro

Eugênia M. Rodrigues
1991